Sandro Torres: Gestão de Performance Inteligente

A Sandro Torres

 

A Sandro Torres é uma sociedade de advogados que prestam serviços jurídicos para trabalhadores do setor bancário. O escritório está situado no Rio de Janeiro e atende a todas as cidades do estado.

 

Oferecem um atendimento personalizado, individualizado e humanizado para questões de contencioso ou consultivas, nas áreas de direito trabalhista, direito previdenciário e plano de saúde.

 

O Contexto

 

A empresa tinha planos de expandir sua área de atuação, e como qualquer empresa em crescimento, percebeu a necessidade de prestar ainda mais atenção na gestão de pessoas.

 

Sentiam falta de ter informações e dados organizados sobre o desempenho dos colaboradores, para tomar decisões ainda mais assertivas. Queriam melhorar os feedbacks e reunir todos os dados em um único local, de forma fácil e sem burocracias.

 

Até aquele momento, de tempos em tempos, aplicavam avaliações de desempenho, mas de forma manual – processo que tomava muito tempo.

 

O RH tinha responsabilidade de criar a avaliação, compilar os resultados, fazer cálculos, e ainda montar os relatórios manualmente. Além de todo trabalho desprendido, a empresa percebia que faltava assertividade.

 

Os objetivos

 

A Sando Torres buscava uma solução para uma gestão de performance inteligente, que fosse embasada com metodologias sólidas e ainda ágil e fácil em termos de operação.

 

Dado o contexto e as necessidades apresentadas, podemos dizer que os principais objetivos da organização com a ferramenta eram:

 

  • Ter praticidade e agilidade na avaliação de desempenho, saindo do operacional
  • Estabelecer ciclos de avaliações periódicas de 6 meses
  • Proporcionar feedbacks assertivos e gerar diálogo com os liderados
  • Tomar decisões de gente amparada por dados de desempenho
  • Fortalecer a cultura organizacional

 

Gestão de Pessoas

 

A decisão por utilizar a plataforma da Mindsight se deu a partir de um benchmark com a XP Inc. e a Stone Pagamentos. Ao visitar essas organizações – que são clientes antigos da Mindsight – a Sandro Torres se interessou pelo atendimento personalizado e forte know-how em dados que oferecemos a partir de nossas soluções.

 

A Implementação

 

O processo de implementação da ferramenta se deu em uma série de treinamentos, tanto operacionais quanto metodológicos sobre gestão de performance. Segundo Sarita Telles, sócia e responsável pela implementação da solução,

 

A Mindsight é como uma professora para os clientes, ensinando conceitos e sobre como poderíamos fortalecer nossa cultura. A implementação foi um processo pedagógico.”

 

O primeiro passo foi revisar o processo de avaliação que a empresa fazia por conta própria e guiá-los para uma reestruturação completa.

 

Em conjunto, houve a criação de novos conceitos para entender melhor os valores e cultura, e então a implementação de escalas com base na metodologia de BARS, onde cada nota da escala é descrita por um tipo específico de comportamento.

 

Além da criação de escalas para cultura e gestão de metas, a empresa recebeu orientações de boas práticas para a etapa de calibração, feedback e PDI de cada funcionário. O ciclo de avaliações passou a ser semestral, como comenta Sarita Telles:

 

“Antes o processo era muito longo e difícil, por isso tinha que ser anual. Agora, conseguimos tornar o ciclo semestral. Como a Mindsight fica em cima, passamos a não deixar para depois, e agora temos uma rotina de avaliação de desempenho.”

 

De 2 Semanas Para 1 Hora

 

No passado, quando os colaboradores terminavam de responder a avaliação, o processo de fechamento e apuração dos resultados demandava 2 semanas inteiras. Hoje, isso é feito em apenas 1h. Segundo Sarita,

 

“Quando se encerra o período de respostas, é feito uma calibração da equipe inteira em apenas 1 hora.”

 

Feedbacks Mais Assertivos

 

Sarita também comenta que os feedbacks ficaram muito melhores com o amparo da ferramenta, pois o colaborador tem acesso a todas as respostas dentro do sistema, o que torna possível questionar a sua avaliação e gerar mais diálogo.

 

Até então, as avaliações eram no modelo 90 graus, onde só o líder avaliava o liderado, por conta da limitação operacional e por falta de conhecimento sobre o tema.

 

Depois da assessoria oferecida pela Mindsight durante a implementação, a Sandro Torres aderiu também à autoavaliação, onde cada pessoa pode avaliar a si mesma. Segundo Sarita:

 

“A união da avaliação do líder e autoavaliação do colaborador tornou o processo muito mais rico. Os feedbacks são melhores, pois os funcionários questionam, debatem, é mais bilateral. Os dados geram embasamento e não fica só a empresa ditando e dando suas impressões.”

 

Líder dando feedback

 

Hoje os funcionários sabem com mais clareza quais são os critérios e comportamentos esperados para que tenham uma boa performance. Sarita ainda ressalta:

 

Não dá para ser subjetivo nessas horas. Um de nossos valores é a meritocracia e levamos muito a sério o processo de gestão de performance.”

 

Os Resultados

 

Hoje a Sandro Torres organizou e otimizou todo seu processo de gestão de performance, desde a avaliação de desempenho, calibração, feedbacks e tomada de decisão de gestão do capital humano. Além disso, a cultura organizacional foi fortalecida e hoje é avaliada com assertividade durante o processo.

 

A resposta dos colaboradores após a implementação também foi muito positiva. Sarita relata que a avaliação se tornou um canal de comunicação e autodesenvolvimento para os funcionários. Segundo ela:

 

“A adesão foi ótima, o pessoal gostou bastante e, comparado com antes, acharam o processo muito rápido. O sistema é mais prático e simples que as planilhas.”

 

Hoje existe uma rotina de avaliação de desempenho semestral e cada colaborador sai do ciclo com um Plano de Desenvolvimento Individual (PDI).

 

Além dos benefícios diretos ao desenvolvimento e gestão de pessoas, houve uma grande economia de tempo. Hoje o processo é todo automatizado. O que antes levava 2 semanas inteiras, hoje é resolvido em cerca de 1 hora.

Por