Trinus: People Analytics na Tomada de Decisão Embasada

Sobre a Trinus

 

A holding Trinus Co., criada em 2009, foi idealizada por Diego Siqueira e Giovanna Dutra e engloba várias empresas, entre elas a TG Core – gestora de fundos de investimentos focada no segmento imobiliário.

 

A parceria de empresas com o mesmo propósito faz parte do movimento que a marca está executando, sustentado pelo tripé – ter, fazer e entregar – para se consolidar no mercado.

 

Inovadora e revolucionária, a Trinus se considera a primeira Landtech do mundo, um novo conceito de companhia preparada e preocupada em rever e refazer o obsoleto mercado habitacional. O termo nasce da junção de 3 conceitos já bem conhecidos: o do mercado financeiro, fintech, do imobiliário, proptech e o do mercado legal, o lawtech. O objetivo é oferecer de uma só vez soluções àqueles que querem investir, construir ou adquirir um imóvel.

 

O Contexto

 

A Trinus estava passando por um momento de crescimento acelerado e mudanças organizacionais. Nesse contexto de ampliação do quadro de funcionários, contratações em massa e criação de novas áreas, é natural que exista uma tendência de enfraquecimento da cultura e aumento de turnover.

 

A liderança sempre acreditou que, para combater esses problemas e fazer uma gestão de pessoas eficaz, era necessário analisar dados sobre os colaboradores e obter uma fotografia mais embasada na hora de tomar decisões. Por isso, naquele momento, mais do que nunca, perceberam a necessidade de estruturar e organizar as informações.

 

Os Objetivos

 

Até aquele momento tudo era feito de forma operacional. Quando um gestor, por exemplo, precisava de alguma informação como o tempo de casa de um funcionário, qual o seu salário ou datas das últimas promoções, precisava solicitar ao RH, que por sua vez, compilava as informações em diferentes planilhas.

 

Além de representar um esforço desnecessário, às vezes alguns dados se perdiam ou eram registrados com valores diferentes em mais de um local. Sendo assim, a Trinus tinha alguns objetivos naquele momento:

 

  • Unificar a informação em um sistema;
  • Tornar os dados de fácil acesso aos gestores, sem onerar o RH;
  • Preservar as informações ao longo do tempo, evitando perdas de dados;
  • Gerar análises e insights para a gestão de pessoas;
  • Tornar o trabalho do RH mais estratégico.

 

A Implementação

 

A Trinus Co já era cliente da Mindsight na solução de assessments para Recrutamento e Seleção – o Mindmatch. Segundo a companhia, a decisão de utilizar nossa solução de People Analytics foi por conta do know-how e expertise analítica.

 

“Sempre gostamos muito dos sistemas da Mindsight, pois são bem fortes na parte de analytics e dados”, afirma a equipe de Pessoas da Trinus Co.

 

Para realizar a implementação, o primeiro passo foi organizar os dados que seriam integrados ao sistema. Para a Trinus, essa foi a etapa mais desafiadora, pois assim como grande parte das empresas, os dados estavam pulverizados em  diferentes planilhas e algumas informações estavam descasadas.

 

Apesar da dificuldade de organizar essas informações, a implementação ocorreu dentro do tempo previsto, não levando mais de dois ou três meses para acontecer. A área relata:

 

“Esse processo de implementação e organização dos dados foi feito em uma rotina de reuniões semanais com a Mindsight. Mesmo com desafios, o suporte oferecido pela Mindsight era muito próximo e isso tornou a implementação fácil.”

 

 

Gestão mais inteligente

 

Após alguns meses da implementação, hoje todos os gestores consultam a plataforma e têm um acesso facilitado às informações, com autonomia para tomar decisões embasadas sem precisar solicitar ao RH. O time de Pessoas da Trinus Co. inclusive ressalta:

 

“Os líderes afirmam que a ferramenta é muito bacana e ajuda bastante. As informações agora são organizadas e confiáveis.”

 

Quando um novo gestor é contratado, pode visualizar o histórico completo de cada colaborador que irá liderar. Desde as notas dos assessments de perfil, potencial e habilidades (todos funcionários passam pelos testes antes da contratação), até informações de clima, performance e histórico de promoções.

 

Os Alertas Preditivos

 

Como o sistema vem sendo alimentado com informações diversas ao longo do tempo, hoje é capaz de identificar padrões de comportamento e acender alertas para o RH quando existe alguma oportunidade ou risco iminente.

 

Dessa forma, é possível tomar ações preditivas, ou seja, intervir para evitar um problema – como demissão ou baixa performance – ou apostar as fichas no desenvolvimento de possíveis talentos e sucessores.

Os alertas foram construídos com base em algoritmos de inteligência artificial, que aprendem com os dados e reconhecem padrões de comportamento. Quanto mais o tempo passa, mais assertivos os algoritmos se tornam. Hoje, na Trinus Co, existem 6 alertas em funcionamento. São eles:

 

  • Fit Cultural – Indica, através dos assessments da Mindsight, os colaboradores que têm o maior fit cultural com a Trinus.

 

  • Performance – Indica as pessoas que estão com baixo ou alto desempenho. Esse alerta também pode informar pessoas que tiveram uma queda acentuada ou um alto crescimento em sua performance nos últimos tempos, e com essa informação gestores podem tomar ações rápidas para manter a equipe sempre em alta performance.

 

  • Alerta de Salário Defasado Esse alerta tem como objetivo evitar o turnover. Um sinal é disparado para o RH quando algum colaborador está muito tempo sem receber promoções ou ajustes. Assim é possível avaliar o caso e, se necessário, modificar o salário ou conceder bonificações ao funcionário, antes que o perca para empresas concorrentes do mesmo setor.

 

  • Sucessor – Indica as pessoas que estão consideradas para vagas de sucessão, apoiando a gestão na tomada de decisões de carreiras.

 

  • Desenvolver Liderança – Indica pessoas que os gestores precisam desenvolver habilidades de liderança.

 

  • Talento – Para identificar os funcionários de alto potencial e alto desempenho, o alerta de Talento considera as notas dos assessments da Mindsight e cruza com os resultados da avaliação de desempenho. Dessa forma, o RH consegue identificar pessoas com elevada capacidade produtiva, com alto raciocínio, habilidades sociais e motivacionais, e ainda com performance e entregas acima da média.

 

RH Antecipador e Estratégico

 

O Full Analytics mudou a forma de gerir pessoas na Trinus e tirou um grande peso operacional da área de recursos humanos. Hoje, o trabalho é considerado muito mais estratégico, analítico e assertivo. A área toma ações preventivas, trabalha para evitar problemas antes mesmo que aconteçam e atua para potencializar ganhos.

 

Os alertas trazem insights e luz a questões que antes poderiam passar despercebidas. Além disso, a centralização dos dados em um sistema único e acessível torna o trabalho dos gestores ágil e desburocratizado.

 

O time de Pessoas da Trinus Co comenta que a solução de people analytics trouxe mais inteligência à área e liberou tempo que antes era destinado a atividades operacionais.

 

O RH se tornou mais estratégico e menos operacional, hoje conseguimos nos preocupar mais com a gestão das pessoas.”

 

Conclusão

 

 

Antes da implementação do Full Analytics, a Trinus sofria com dados descentralizados e compilados em diferentes planilhas, o que tornava o trabalho do RH muito manual e menos assertivo. Hoje, o RH passou de operacional e pouco analítico, para uma área estratégica e fortemente data driven

 

Além da organização dos dados, a área se tornou preditiva, com ajuda dos algoritmos e alertas. O trabalho do RH e dos gestores hoje é amparado pela inteligência artificial, que aprende padrões, indica talentos e antecipa problemas.

 

A Trinus é uma companhia de mentalidade analítica, que acredita que uma gestão de pessoas eficiente precisa de embasamento. Com a ajuda da tecnologia e da ciência, estão tornando seus processos cada vez mais avançados e estratégicos.

 

Por