Employer Branding (EB)

Você está aqui:
< Tópicos

Employer Branding (EB) é a estratégia de posicionamento de marca de uma organização frente ao mercado de trabalho. O objetivo é atrair mão-de-obra qualificada e consolidar a organizational culture.

Também chamado de posicionamento de marca empregadora, o employer branding visa a atrair os candidatos certos para as posições e organizações certas. Em outras palavras, a intenção é reduzir a aleatoriedade dos candidatos inscritos e aumentar a assertividade do marketing empregador. Quanto maior o número de candidatos de perfil aderente à posição, maior a probabilidade de se encontrar um candidato com maior fit, tanto com a posição, quanto com a organização.

Uma estratégia de employer branding consistente é capaz de aumentar significativamente a assertividade do processo. Processos seletivos mais assertivos são aqueles cujos candidatos selecionados performam melhor e permanecem mais tempo na organização, o que representa melhores indicadores de performance, turnover e, em última instância, de satisfação do trabalhador.

Para se delinear uma estratégia de employer branding, é necessário que se conheça a cultura organizacional da empresa. Caso esta ainda não seja clara a todos os funcionários, é possível conhecê-la por meio de mapeamentos de cultura, geralmente realizados por pessoas externas à organização.

Demarcada a cultura organizacional, outros pontos importantes de conhecimento para a estratégia são quais as posições estratégicas a serem preenchidas e como está o mercado de trabalho para as posições em questão. Assim como se pensa em mercado de produtos e serviços, pode-se pensar também no mercado de trabalho. Atrair as pessoas certas para as posições certas requer um planejamento de marketing estratégico.

Nesse aspecto, as empresas devem pensar em suas respectivas propostas de valor aos empregados, a employee value proposition (EVP), ou seja, o que a organização oferece ao empregado para que este considere de fato interessante tornar-se parte dela? Em contrapartida, podem também observar o que tem sido oferecido como proposta de valor por seus concorrentes empregadores.

Para além de todo o mapeamento estratégico da marca empregadora, é necessário também que essas informações cheguem aos candidatos interessados. Um dos métodos mais populares entre as empresas são as páginas de carreira, que têm como objetivo ilustrar a cultura organizacional com a finalidade de atrair candidatos a ela alinhados. Outros métodos populares dizem respeito aos diversos canais de atração e divulgação, que podem ter diferentes utilidades para diferentes organizações, a depender de suas estratégias e cultura organizacional.

É essencial que os meios de divulgação das empresas tragam o maior número e detalhes de informações possíveis sobre o ambiente de trabalho. Bons profissionais, ao buscarem por uma nova oportunidade de trabalho, não analisam somente a descrição da vaga, mas preocupam-se também com as características da empresa como um todo. Por isso é importante construir uma marca empregadora consistente e com potencial para consolidar-se no mercado como marca respeitada e desejada pelos melhores profissionais.

Anterior Ciclo de Gente
Próxima Employer Value Proposition (EVP)
Sumário