Mindmatch

Você está aqui:
< Tópicos

O que é o Mindmatch?

O Mindmatch é um sistema de matchmaking elaborado pela Mindsight, empresa de tecnologia e inteligência para talent analytics, que tem como objetivo fazer o cruzamento entre as características de uma pessoa e as características de um ambiente organizacional. O output final é um índice de match entre a pessoa e o ambiente. 

O Mindmatch foi criado de maneira a maximizar a validade (Validity) dos seus assessments. Em vários estudos que buscam prever performance e satisfação, sabe-se que diferentes métodos e diferentes atributos medidos tendem a explicar um pouco da variância. Muita dessa variância é comum (geralmente explicada por capacidade cognitiva), mas existe um pedaço considerado único que, caso combinado com outros tipos de assessment, poderiam em conjunto explicar uma parte maior desta variância.

Por isto o Mindmatch utiliza uma bateria de diferentes medições de maneira combinada. Quatro deles são utilizados na formação dos atributos (o teste de raciocínio fluido, o teste situacional, o teste de inferências e o teste de perfil) e o outro na formação do fit cultural (o teste de cultura organizacional).

Além disso, em praticamente qualquer curso de psicologia organizacional, a definição do que deve ser medido começa por uma análise do trabalho (job analysis) e outros mapeamentos de requisitos do ambiente. Porém, nas organizações, esses requisitos tendem a ser confusos, mal definidos e incompatíveis com os instrumentos utilizados para mapear as pessoas. Mais do que isso, o processo é lento e tende a se tornar obsoleto em breve.

A luz no fim do túnel está em que não é necessária uma análise muito detalhada para se definir bem os requisitos, uma vez que a maioria das atividades acaba sendo clusterizada e o potencial de performance governado por atributos semelhantes. Por isso, no Mindmatch a definição dos requisitos do ambiente é realizada via questionário e o define de maneira mais ampla do que uma análise do trabalho padrão. A perda em detalhe é compensada facilmente pelo ganho de agilidade, flexibilidade, organização, padronização e parametrização trazidos pelo sistema.


Os assessments

TESTE DE RACIOCÍNIO FLUIDO

O teste de raciocínio fluido da Mindsight é um teste de habilidade cognitiva baseado na estrutura C-H-C (Cattel-Horn-Carrol) de inteligência, o teste foi desenhado para medir inteligência fluida. As diferentes facetas de inteligência tendem a ser altamente correlacionadas e, por isso, não há necessidade de tentar medir todas elas. 

O teste de raciocínio fluido é o teste mais longo da bateria (duração estimada de 45 minutos), uma vez que mede o constructo mais complexo e os níveis de confiabilidade exigidos são difíceis de serem alcançados em testes menores e mais curtos. Ele é dividido em 6 seções, cada uma com exercícios de tipos diferentes das outras. O objetivo é reduzir a possibilidade de vieses por familiaridade ou afinidade com algum tipo de questão. 

Este é o teste que dá a nota “Mental” no sistema. 

TESTE SITUACIONAL

O teste situacional é um SJT (Situational Judgement Test) de habilidades interpessoais. Originalmente, os SJTs eram bastante específicos, com situações do dia-a-dia em funções específicas em empresas específicas. Porém, com o passar dos anos e os estudos, identificou-se que os SJTs acabam medindo habilidades mais amplas e que explicam variância na performance diferente da habilidade cognitiva. Sendo assim a melhor alternativa de se medir habilidades sociais (ou ao menos inteligência social) via um teste psicométrico, sem a necessidade de um avaliador presencial. Assim sendo, o teste situacional busca medir:

É um teste com um tempo estimado de 17 minutos, que revela a nota “Social” da pessoa no sistema.

TESTE DE INFERÊNCIAS

O teste de inferências é um Conditional Reasoning Test, onde, a partir das respostas da pessoa, entende-se os seus mecanismos de justificativa e o quanto essa pessoa tem no atributo de drive to achieve, o qual no nosso caso serve como o resultado “Motivacional” da pessoa no sistema. O constructo medido é a força de motivação relativa e o teste leva em média 19 minutos para ser respondidio.

TESTE DE PERFIL

O teste de perfil é um teste de personalidade cujo outcome são as notas dos atributos obtidas pela visão da pessoa em relação a si mesma. É um teste quasi-ipsativo, ou seja, para um dos atributos crescer um outro acaba diminuindo, e a soma não é zero (por isso o quasi) mas é limitada. Isto porque o objetivo do teste de perfil é ter uma noção mais detalhada sobre como a pessoa se enxerga ela com ela mesma, pois não existe necessidade de comparação de nível (o nível é ajustado pelos testes de habilidade).

O resultado do teste de perfil são os 16 atributos diretamente, dando uma noção de ranking interno da pessoa. Foi criado com base nos itens utilizados em testes que medem os Big Five.

TESTE DE CULTURA ORGANIZACIONAL

O teste de cultura organizacional é um teste de valores ligados ao trabalho (que chamamos, por falta de termo melhor, estilos de trabalho) e tem o objetivo de entender o que pessoas e empresas valorizam. Ele é uma versão adaptada do Organizational Cultural Profile (O’Reilly, Chatman, and Caldwell (1991) – People and organizational culture: a profile comparison approach to assessing person-organization fit) traduzido e validado no Brasil.

O TCO é um teste ipsativo, onde todos os respondentes são forçados a ranquear o que eles mais valorizam no ambiente de trabalho, em uma distribuição. Ou seja, todas as pessoas possuem dois atributos que valorizam mais, quatro que valorizam muito, mas não tanto quanto estes dois, e etc. A distribuição acaba sendo em forma de pirâmide. O teste funciona assim em virtude do constructo medido (crenças), os quais são uma hierarquia por definição; não tem como uma pessoa valorizar todas as coisas na mesma intensidade.

Através de análises fatoriais, as frases foram agrupadas em fatores, os quais refletem padrões de como as pessoas respondem, facilitando a interpretação dos resultados. 


A avaliação

Testes de perfil são úteis, mas muito vulneráveis a autopercepções enviesadas, projeções e preenchimento falso, além de não poderem pontuar o nível de fato. Assim sendo, o ideal é a junção com testes de habilidade. O Mindmatch utiliza os dois tipos de pontuação:

1. Matching 

A base da definição do assessment é uma definição de requisitos bem montada. Por isso o valor do sistema é maximizado com a utilização dos matches. 

2. Medição de potencial 

Testes psicométricos são utilizados de maneira a entender a probabilidade de performance futura em diversas situações. Ou seja, o indicador de match tem como objetivo apontar em quais ambientes a pessoa tende a performar melhor consistentemente, além de estar mais satisfeita. Porém, outros fatores como experiência, conhecimentos específicos, momento de vida e outros, medeiam esta relação.

OS ATRIBUTOS

De maneira a tornar a análise do ambiente e a bateria de testes individuais compatíveis, comparáveis e interpretáveis, a Mindsight transforma os dois resultados em 16 atributos em comum.

Os atributos foram construídos utilizando o Big Five como frame de personalidade maior de base. A partir dele, foram buscados diversos estudos e meta-estudos especialmente de potencial geral, potencial de liderança, métodos psicométricos e de seleção e outros específicos de cada atributo ou grupo de atributos (como habilidades cognitivas, habilidades interpessoais, need for achievement, dentre outros) de modo a buscar uma taxonomia que fizesse mais sentido como um frame misto de personalidade e habilidade.

Como resultado, de maneira geral, as taxonomias que avaliam a pessoa como um todo (especialmente os estudos de potencial geral e potencial de liderança) tendem sempre a clusterizar habilidades e competências em três grandes blocos: mental (cognitivo), social (interpessoal) e motivacional (drive). Além de fazer sentido tecnicamente, também didaticamente é fácil, e por isso também adotamos esta classificação maior. O resultado são os 16 atributos abaixo:

Figura 1 – Atributos do Mindmatch

 FIT CULTURAL

Além dos atributos, o Mindmatch calcula o fit cultural da pessoa com a organização. O fit cultural é separado dos atributos por se tratar de um constructo totalmente diferente: valores. 

O objetivo do fit cultural é entender o grau de concordância entre a pessoa e a organização em relação à importância de crenças ligadas ao ambiente de trabalho. Quanto maior for esse grau, maior a chance de a pessoa se identificar com a organização e vice-versa.

ANÁLISE DE RELIABILITY

A tabela a seguir mostra a escala de Reliability (consistência interna) para cada uma das variáveis que o Mindmatch gera em seus assessments. Pode-se perceber que cada variável demonstra um excelente Chanbach’s Alpha, indicador de consistência interna. 

Esse indicador é uma evidência de que o Mindmatch pode ser utilizado para diversos tipos de posições e casos.

Tabela 1 – Escala de Reliability

ANÁLISE DE VALIDITY

O Mindmatch tem como principal objetivo a previsão de performance futura. Para a análise da validade dos assessments considera-se a performance real em empresas de diversos segmentos e diversas posições, como operadores de nível técnico de uma indústria de negócios químicos, líderes de duas empresas do segmento financeiro e uma do segmento de laboratórios, profissionais de tecnologia da informação em uma empresa de tecnologia, advogados de uma empresa do segmento jurídico, analistas de áreas staffs de empresas do segmento financeiro e do segmento de laboratórios e consultores de uma empresa de tecnologia.

Na tabela 2 a seguir observam-se as correlações diretas das variáveis geradas pelos cinco assessments da Mindsight com a performance dessas pessoas – seja performance em termos de apenas resultado, quanto de avaliação de desempenho.

É uma evidência clara da grande capacidade de predição de performance dos assessments para diversas posições, tendo sempre ao menos uma característica com correlação considerada bem alta. Se no individual as características já apresentam uma boa correlação, quando unem-se a correlação é maior ainda.

Tabela 2 – Correlações com performance real

Anterior Learning Agility
Próxima Potencial
Sumário