Artefatos de Cultura

Você está aqui:
< Tópicos

Artefatos de cultura são elementos físicos que demarcam as principais características de uma cultura organizacional. Dentre os diversos tipos de artefatos de cultura, alguns exemplos são o branding da empresa, o local de trabalho e o dress code.

Como artefato, o branding manifesta características da cultura por meio das cores, imagens, estilos, palavras e frases utilizados. Estes podem aparecer nas paredes do ambiente de trabalho, plataformas online, documentos ou materiais informativos, etc.

O local de trabalho também manifesta características da cultura organizacional. A cultura de uma fábrica ou de uma área de produção agropecuária geralmente é bastante diferente da cultura de um escritório, ainda que, pertencendo à mesma organização, as tomadas de decisões tendam a ser realizadas de formas similares.

Ambientes de trabalho organizados como open space ou baias definidas, a distribuição das áreas, a disponibilidade ou não de espaços de descanso e integração, a existência de salas individuais para cargos mais altos e a decoração tanto refletem a cultura da organização como, em maior ou menor medida, a impactam.

Por fim, o dress code da organização ajuda a consolidar a cultura organizacional, seja ao instituir o uso de uniformes ou ao permitir que os colaboradores escolham como se vestir. Empresas que optam pelo uso de uniformes, por exemplo, tendem a ser organizações de processos mais padronizados e consistentes, como as companhias varejistas ou indústrias, nas quais os uniformes tornam-se também elementos de segurança.

Organizações que optam dress codes livres podem determinar que estes sejam mais formais ou informais. Dress codes formais geralmente são característicos de corporações e segmentos mais tradicionais, como bancos de atacado e escritórios de advocacia, enquanto dress codes informais ou livres têm sido mais comuns em startups e empresas tradicionais em processo de mudança de cultura.

Apesar da influência dos artefatos, a cultura organizacional é determinada também pelos valores e pressupostos que a compõem. Por isso, para se analisar uma cultura corporativa, não basta se observar apenas os artefatos, assim como para se consolidar uma mudança cultural não basta deixar o dress code livre, fazer uma grande ação de re-branding e redecorar o escritório com frases e palavras-chave da nova cultura nas paredes.

A análise e mapeamento de uma cultura organizacional, bem como o processo de mudança cultural, são processos complexos e os artefatos de cultura são somente um dos pilares a serem observados.

Próxima Liderança
Sumário