Avaliação 360 graus: O que é?

 

A avaliação 360 graus traz a ideia de integrar os mais variados tipos de avaliação dentro de uma empresa. Desde a autoavaliação à avaliação de clientes externos, ela ajuda o avaliado a compreender melhor seus pontos fortes e fracos. E a orientar ações de melhoria, seja a si mesmo, seja a outros colaboradores.

 

Agora, você sabe no detalhe o que é uma avaliação 360 graus? Sabe quais suas características e aplicações? E, talvez mais importante, sabe de que forma ela pode beneficiar a sua empresa?

 

Este post vai responder a essas questões. Continue com a gente!

  1. Afinal, o que é uma avaliação 360 graus?
  2. De que forma a avaliação 360 graus difere das demais avaliações?
  3. Os diversos usos da avaliação 360 graus
    1. Avaliação 360 graus para funcionários
    2. Avaliação 360 graus para equipes
    3. Avaliação 360 graus para gerentes
  4. E o que podemos aprender com os conceitos apresentados aqui?

 

1. Afinal, o que é uma avaliação 360 graus?

 

Avaliação 360 graus é um método de devolutiva (ou feedback) que dá aos funcionários, equipes ou gerentes a oportunidade de ouvir várias pessoas com quem trabalham. Ou seja, é uma ferramenta de desenvolvimento cujo objetivo é fornecer uma visão completa e holística de cada avaliado.

 

Ela é um incremento às autoavaliações e às avaliações 90º e 180º, reunindo suas características num único lugar e agregando novas funcionalidades. Não sabe do que estamos falando? Sem problemas: confira nosso artigo bem detalhado sobre cada uma das avaliações mencionadas. 

 

A avaliação 360 é uma boa maneira de aproximar colegas de trabalho
Devolutivas são essenciais para o crescimento e desenvolvimento dos colaboradores.

 

Dessa forma, o processo consiste em coletar opiniões de colegas de trabalho, gerentes e subordinados. Essas opiniões podem ser anônimas ou abertas, a depender da cultura da empresa.

 

Pode-se até mesmo recorrer a percepções de clientes, fornecedores ou consultores para dar uma complementada na avaliação. Mas, nesse caso, só são válidas se esse pessoal trabalhar regularmente com o avaliado.

 

Portanto, este método permite que se faça uma análise de performance com base nas mais diversas perspectivas, aprimorando os pontos fortes do funcionário e jogando luz nas suas áreas de crescimento.

 

Pode ser realizada por meio de um sistema de RH (isto é, um software) e/ou reuniões. Com toda a integração dos dias de hoje, é muito comum e até recomendável reunir a devolutiva virtual com a real. Afinal, quanto maior a integração, maior a chance de se produzir uma análise sólida e coerente.

 

Caso queira, confira um vídeo explicativo abaixo. É curtinho, mas mostra bem como a avaliação 360 graus traz bons insights ao setor de RH:

 

 

Agora, você sabe como esta avaliação difere das outras? E por que ela é um complemento interessante para a avaliação padrão? É isso que discutiremos a seguir.

 

2. De que forma esta avaliação difere das demais avaliações?

 

Bom, podemos fazer uma comparação objetiva entre os dois formatos de avaliação. De um lado, o método mais tradicional. Do outro, a avaliação 360 graus. Veja como este método traz avanços significativos ao conceito de devolutivas:

 

Quem avalia?
  • Modelos convencionais: Um gerente avalia o desempenho de um funcionário ou de uma equipe, com um olhar mais voltado a tudo que aconteceu até aquele ponto, desde performance a metas estabelecidas
  • Avaliação 360 graus: Membros da equipe ajudam o avaliado (que pode ser um indivíduo ou a equipe toda) a entender o que deve continuar fazendo e onde pode melhorar

 

Para onde vão as devolutivas?
  • Modelos convencionais: Vão diretamente para o gerente e muitas vezes não são compartilhadas de forma aberta com o funcionário ou a equipe
  • Avaliação 360 graus: Vão diretamente para o indivíduo ou a equipe, já que são escritas especificamente para eles

 

Quais são os resultados?
  • Modelos convencionais: Têm implicações nas decisões sobre remuneração e promoções
  • Avaliação 360 graus: Podem informar oportunidades de aprendizado e crescimento, mas não necessariamente afeta a remuneração e as promoções (ainda que seja um caminho para isso)

 

Dessa maneira, vemos que, embora o método mais tradicional cumpra com a sua função, a avaliação 360 graus tem o poder de fornecer insights mais ricos e variados. Exatamente por contar com uma variedade de fontes! Ela foca naquilo que está sendo feito no dia a dia do funcionário, nas suas ações cotidianas.

 

No entanto, é bom deixar claro que o departamento de RH não precisa dispensar as avaliações mais tradicionais. Aliás, recomendamos exatamente o oposto: que a avaliação 360 graus não substitua os métodos tradicionais, mas sim os complemente!

 

Juntar essas duas ferramentas é uma maneira excelente de turbinar as avaliações da sua organização. Deixá-las mais robustas e embasadas. E fazer com que funcionários, gerentes e equipe tenham uma visão mais ampla de suas atividades como um todo.

 

Enfim, é um passo natural às novas (e melhores) tendências do mercado!

 

3. Os diversos usos da avaliação 360 graus

 

Apesar de a avaliação 360 graus ter sido originalmente pensada para lideranças, ela se destina, como já dissemos anteriormente, aos mais variados alvos: desde subordinados a gerentes da organização. Porém, cada qual com sua respectiva abordagem, como era de se esperar, certo?

 

Pois é. Vamos então falar das características dessas aplicações. Trazer mais detalhes dos benefícios atingidos em cada nível de avaliação.

 

A avaliação 360 graus foi criada com o propósito de ajudar o RH a solucionar algumas barreiras encontradas nas avaliações mais tradicionais.

.

Avaliação 360 graus para colaboradores individuais

 

A avaliação 360 graus é uma consistente ferramenta de crescimento e desenvolvimento para colaboradores individuais. Como já dissemos anteriormente (mas vamos reforçar), este tipo de revisão consiste em feedbacks do gerente do funcionário, um punhado de colegas e quaisquer outras pessoas que tenham experiência em trabalhar com o indivíduo.

 

Existem muitos benefícios associados a esta abordagem:

 

#1 – Fornecer um feedback mais equilibrado

 

Uma das inegáveis vantagens da avaliação 360 graus é que ela amplia o entendimento da performance de um indivíduo. Isto é, dá uma visão completa do desenvolvimento.

 

Como o feedback vem de várias pessoas, a tendência é captar uma gama mais ampla de pontos fortes e fracos do avaliado. E dessa forma abrir chances maiores para melhoria do que se apenas uma pessoa fornecesse esse feedback.

 

Além disso, a parcialidade do feedback, ainda que não totalmente evitada, é bastante minimizada. Por exemplo, se um funcionário for muito amigo de seu gerente, ele pode receber somente comentários positivos. E isso nem é uma tentativa manifesta de burlar o sistema. Ou então algo feito “na maldade”. Nós somos naturalmente mais tolerante com aqueles de quem gostamos.

 

Logo, como resultado, a objetividade fica comprometida, e as áreas de melhoria se tornam mais nebulosas. Será que aquele funcionário não tem quase nada para melhorar mesmo? Sua performance confirma todos os elogios extraordinários que seu superior lhe deu?

 

Talvez sim. Mas com o feedback vindo de todos os ângulos, há uma chance muito menor de se perder esse retorno construtivo por conta de opiniões enviesadas. Afinal, é isso que esperamos de uma boa gestão, não é mesmo?

 

#2 – Fortalecer relacionamentos

 

Pode parecer exagerado, mas a implementação da avaliação 360 graus também fornece aos indivíduos a oportunidade de fortalecerem as relações com quem trabalham. Ver o feedback positivo dos seus colegas de trabalho pode criar um senso de camaradagem. Enquanto receber insights sobre áreas para melhoria pode ajudá-los a se tornarem melhores membros dentro da equipe.

 

Além disso, saber que outras pessoas irão eventualmente analisá-los pode motivar os funcionários a produzirem seu melhor trabalho. E também a estarem mais atentos à maneira de como interagem com seus pares.

 

#3 – Identificar pontos de aprendizagem e desenvolvimento

 

Finalmente, um dos maiores benefícios destas avaliações quando usadas individualmente. Elas criam oportunidades de aprendizagem e desenvolvimento.

 

Por exemplo, um funcionário pode ter recebido alguns comentários sobre como sofisticar suas habilidades de apresentação ou de escrita. É um apontamento direcionado, sempre orientado às ações de melhoria e evolução.

 

E o gerente pode acompanhar essa jornada dos seus funcionários. Seja ajudando-os com dicas e suporte, seja sugerindo um treinamento online.

 

E um último (mas não menos importante) benefício: investir no crescimento dos funcionários faz com que eles se mantenham na organização por mais tempo. É exatamente isso que uma pesquisa feita pela Culture Amp confirmou. Um efeito colateral dos mais interessantes!

 

Avaliação 360 graus para as equipes

 

Agora, não apenas individualmente os funcionários podem se beneficiar da avaliação 360 graus. As equipes também conseguem agregar valor no processo! E, nesse caso, o feedback pode ser coletado de membros da própria equipe, do seu líder ou do gerente, além de outros funcionários que trabalham frequentemente com ela.

 

Esta abordagem combinada dá às equipes uma noção melhor de como estão se saindo e progredindo, com foco sempre na direção de objetivos comuns.

 

Seguem então os benefícios da avaliação 360 graus aplicada em equipes:

 

#1 – Abertura à comunicação

 

Apesar de ser um método inovador dentro do mercado brasileiro, a avaliação 360 graus já conta com uma robusta coleção de pesquisas e estudos científicos, comprovando sua eficácia.

 

Um desses estudos, publicado pela Northwestern University, mostrou que os participantes das avaliações 360 graus adquiriram maior facilidade em discutir questões até então muito difíceis de serem discutidas no seu departamento.

 

Isso devido aos canais de comunicação estarem abertos, diminuindo ou até removendo por completo o medo de retaliação. Por exemplo, o medo de perder uma promoção ou um aumento, por falar sobre problemas na equipe.

 

Remover barreiras para abrir conversas também pode levar a outros resultados positivos, como um aumento no moral dos funcionários e menores taxas de turnovers.

 

#2 – Fortalecimento da colaboração

 

Outro efeito colateral positivo das avaliações 360 graus é que elas podem ajudar as equipes a trabalharem de forma mais produtiva e eficaz. E como essa ajuda acontece? Simplesmente compartilhando abertamente o feedback umas com as outras!

 

A pesquisa da Northwestern também descobriu que, à medida que as equipes continuam buscando devolutivas conjuntas, elas aumentam a confiança umas nas outras. E têm maior probabilidade de atingir as metas de desempenho.

 

#3 – Esclarecimento de expectativas

 

As avaliações 360 graus também têm o poder de esclarecer as expectativas, identificando comportamentos que promovem objetivos e valores da equipe. Mas como assim, “esclarecer as expectativas”?

 

Por exemplo, digamos que sua equipe concluiu recentemente, e com bastante sucesso, um enorme projeto. Tudo ótimo, tudo excelente.

 

A avaliação 360 graus, como é de se imaginar, indicará que eles foram muito eficazes no cumprimento de prazos. Porém, mesmo assim, cometeram alguns erros que atrasaram o processo!

 

Isso deixará claro para a equipe que o gerenciamento do tempo é um de seus pontos fortes, pois mesmo com alguns processos em atraso o prazo foi cumprido.

 

Já a eficácia individual de cada processo (e, portanto, o detalhamento das etapas) é uma área que pode ser aprimorada da próxima vez.

 

Avaliação 360 graus para gerentes

 

Finalmente, chegamos à ultima abordagem deste método de avaliação.

 

Assim como os colaboradores individuais se beneficiam com a devolutiva de seus gerentes, os gerentes podem (e devem) usar o feedback de seus subordinados diretos para avançarem no crescimento interno. Quer dizer, não apenas de seus funcionários, mas também de quaisquer colegas com quem trabalham intimamente.

 

Existem muitas vantagens neste tipo de abordagem, em que os gerentes participam das avaliações 360 graus. Vamos a elas:

 

#1 – Melhorar os relacionamentos com subordinados diretos

 

Não é segredo para ninguém que os gerentes exercem grande influência sobre as pessoas que se reportam a eles, isto é, sobre seus subordinados diretos. Afinal de contas, são eles quem as gerenciam, não é mesmo?

 

Isso significa que, se eles não incorporam as características essenciais de um bom líder, seus funcionários são os primeiros a sentir tais efeitos negativos.

 

Surge aí um problema sério no clima organizacional da empresa, pois isso pode gerar ressentimento, baixo desempenho e baixo moral. Que acabam mais cedo ou mais tarde tomando conta de toda a equipe, desanimando o pessoal.

 

Portanto, qual um bom jeito de evitar esse constrangimento? Exatamente, sugerir aos gerentes uma avaliação 360 graus!

 

Com a devolutiva de seus subordinados em mãos, basta pegar as indicações ali apresentadas e transformá-las em ações de melhoria. Dessa forma, terão a chance de construir relacionamentos melhores e se aprimorarem como líderes.

 

#2 – Aumentar a transparência nas conversas

 

É importante que os gerentes estejam cientes de como são vistos pelos funcionários. Infelizmente, nesse cenário, às vezes é bem difícil obter feedbacks honestos. Nem todos os funcionários estão dispostos a arriscar sua cabeça numa devolutiva sincera e construtiva. Em geral, quanto mais alto o cargo desses gerentes, mais obstaculizada é essa objetividade.

 

E, como já antecipamos, há uma série de razões para isso acontecer: os funcionários podem ficar nervosos com as repercussões desse feedback “negativo”, podem não saber como trazer o assunto à tona ou podem até mesmo não ter a oportunidade de fazê-lo. A estrutura hierárquica costuma pesar bastante no dia a dia das empresas.

 

Nesse caso, as avaliações 360 graus ajudam a mitigar as dificuldades do processo e diminuir o tempo necessário para dar essa devolutiva. E, assim, iniciar conversas mais transparentes, beneficiando ambas as partes.

 

#3 – Melhorar o desempenho da equipe

 

Como acabamos de mencionar, os gerentes têm muita influência sobre os funcionários e, portanto, sobre suas equipes. Logo, se os gerentes não puderem manter suas equipes engajadas, o desempenho inevitavelmente ficará comprometido.

 

E sabemos como é o negócio, certo? Muitos funcionários têm problemas com seus chefes. Uma pesquisa feita pela Oracle descobriu que 7 em cada 10 funcionários brasileiros não confiam muito em seus superiores. Acreditam que seus gerentes não são exatamente os mais qualificados para alavancar indivíduos e equipes engajados.

 

A boa notícia é que os gerentes podem pegar a devolutiva da sua avaliação 360 graus e usá-la como meio de agir em suas áreas de melhoria. Isso levará as equipes a serem melhor administradas. Elas, por sua vez, se sentirão mais inspiradas a dar o melhor de si.

 

4. E o que podemos aprender com tudo que foi mostrado aqui?

 

Um complemento às avaliações tradicional: a avaliação 360!
Incorporar a avaliação 360 graus às avaliações tradicionais é uma tendência do mercado.

 

Independentemente de ser para um colaborador individual, uma equipe ou um gerente, as avaliações 360 graus podem agregar muito valor em termos de crescimento profissional e pessoal.

 

Como todo mundo costuma se achar acima da média, elas ajudam o avaliado a botar os pés na realidade. Mas de maneira embasada, coerente e cheia de referências variadas.

 

Os modelos tradicionais ainda funcionam? Sim, funcionam e cumprem o seu papel. Como mencionamos, eles não devem ser substituídos pela avaliação 360 graus. Devem ser complementados com ela, na intenção de fornecer insights mais relevadores e direcionados àqueles que a utilizam.

 

Portanto, reserve um tempo para entender se esta nova abordagem de devolutiva é adequada para sua organização. A seguir, dê os primeiros passos para implementá-la de forma estratégica.

 

E pensando nesse propósito a Mindsight desenvolveu um excelente sistema para gestão de desempenho: a solução M360!

 

O nome não é por acaso! Ele se baseia nos conceitos aqui apresentados, com a participação de variados funcionários ao longo do processo de avaliação. Porém, como diferencial o nosso sistema é, de fato, um sistema completo, que alia os métodos mais tradicionais às diretivas do 360.

 

Não deixe de conferir!

 

Quer saber mais? Entre em contato conosco e conheça os nossos produtos e serviços.

 

Temos certeza de que podemos oferecer à sua organização uma perspectiva mais abrangente, com soluções inteligentes e alinhadas às transformações do mundo moderno.

Por