Como usar o onboarding para reforçar a cultura da empresa?

 

Muitas organizações vêm se esforçando para estruturar um onboarding inclusivo, dinâmico e acolhedor. Mas algumas ainda insistem em negligenciar esse importante processo de integração. Isso é um erro…

 

Baixe o e-book de Implementação de People Analytics

 

O onboarding é uma ótima maneira de fazer seus funcionários ficarem mais satisfeitos com a empresa e com a função que desempenham. E, com isso, mais produtivos.

 

Mas um onboarding eficaz envolve muito mais do que simplesmente contratar um novo funcionário. Líderes e profissionais de RH mais alinhados às transformações do mercado já sabem disso. Trazer um novo membro para sua equipe é uma prática que pode perfeitamente estar integrada à cultura organizacional da sua empresa.

 

Dessa forma, ele entra em contato com valores e comportamentos defendidos pela empresa desde o primeiro momento em que assina a carta de contratação. Afinal, uma vez dentro, eles farão parte das engrenagens que fazem a empresa funcionar.

 

Então é bom que os recém-contratados tenham uma boa noção do ambiente antes de se juntarem à equipe e começarem a trabalhar. Sua empresa pode ter um processo de integração padrão que ajuda a orientar as novas contratações. Mas não é o recomendável.

 

O objetivo deve ser agregar a cultura organizacional ao processo de forma contínua. Como dissemos, a missão e a visão da sua empresa devem ser apresentadas o quanto antes. Um onboarding eficaz incorpora a cultura e consegue atrair talentos à organização.

 

1. A estruturação começa antes da contratação

 

Processo de onboarding

 

A introdução à cultura da sua empresa deve começar bem cedo, ainda durante o processo de reclutamiento y selección. Apresentar e discutir a missão da empresa é algo fundamental, e os candidatos devem entendê-la de maneira clara.

 

Após serem escolhidos, a admissão deve trazer contratos personalizados para cada candidato, mostrando como a empresa já o considera um novo colaborador e como seus companheiros de equipe já o esperam. Isso ajuda a desenvolver um sentimento de pertencimento desde cedo.

 

Entre a aceitação de uma posição e o dia de início, você pode fazer com que seus novos contratados entreguem todos os documentos e finalizem a etapa de contratação. Assim, o primeiro dia pode ser aproveitado para conhecer os novos membros da equipe.

 

Um questionário ou formulário detalhado pode ajudar gestores e profissionais de RH a aprender mais sobre cada futuro colaborador antes de eles entrarem na empresa.

 

Manter os canais de comunicação abertos entre a contratação e a data de início é uma parte importante do processo de integração. Convide seus novos contratados para contatá-lo com quaisquer perguntas ou dúvidas sobre o novo cargo.

 

Esse tipo de apoio ajudará seu candidato a se sentir mais confortável e acolhido ao se juntar à sua equipe.

 

2. Apresente a empresa e suas normas

 

Desde o primeiro dia de trabalho, seus novos funcionários precisam ser treinados na cultura da qual farão parte. Apresentar e examinar exemplos reais das expectativas culturais e da missão da empresa pode ajudar os novos contratados a começar com o pé direito.

 

Normas e regras da empresa precisam ser apresentadas — afinal, são regras e, portanto, devem ser seguidas. Mas num momento inicial é importante priorizar características mais palpáveis ao novo contratado.

 

Por exemplo, os benefícios de se trabalhar ali, os recursos disponíveis, as ferramentas fornecidas para funções remotas, um tour pelo escritório etc. Ou seja, mostrar a ele aspectos positivos da organização que sirvam como engajamento e promoção da cultura.

 

Após essa primeira etapa, aí sim o onboarding pode se ocupar de apresentar toda a regulamentação da empresa. Aliás, não poupe explicações: as regras devem ser discutidas em detalhes. Todos devem entendê-las integralmente.

 

E com elas vêm os valores e comportamentos cultivados pela organização. Seja claro na hora de informar aos novos funcionários quais tipos de comportamento são incentivados e quais são desencorajados pela empresa. Isso já deve vir desde o processo seletivo, mas nunca é demais reforçar!

 

Convidar os novos funcionários a fazer perguntas sobre como a missão e os objetivos da empresa pode ajudá-los a formar uma melhor compreensão de sua cultura.

 

3. Conecte o novo funcionário à organização

 

O onboarding é projetado para ajudar os novos funcionários a encontrar um lugar sólido na sua empresa. Uma grande parte da identidade de uma empresa é sua cultura, e capacitar seus novos contratados para formar uma conexão desde o primeiro dia pode ajudá-los a se integrar e encontrar satisfação no trabalho.

 

Um novo questionário de contratação incluído em seu pacote de integração pode ajudar você e outros membros da equipe a encontrar um terreno comum e estabelecer uma conexão.

 

Na primeira semana, os novos contratados devem ser incentivados a se apresentarem a todos os membros de sua equipe. Além disso, é importante conhecer líderes e gestores de outros departamentos, para que possam ter uma noção da estrutura da organização.

 

Atenção especial deve ser dada para fazer com que os novos contratados se sintam relevantes dentro do quadro corporativo. Ou seja, que a sua contratação realmente fará diferença para a equipe e para o departamento.

 

Agora não é um bom momento, mas quando acabar a pandemia de Covid um almoço de comemoração pode ser uma boa pedida para novos funcionários se conhecerem e criarem vínculos. Um evento descontraído reunindo demais membros da equipe é ótimo para as boas-vindas ao novo contratado.

 

4. Recursos da Empresa

 

Nem mesmo o colaborador de maior azonamiento fluido se lembrará de todas as informações apresentadas no onboarding. Portanto, fornecer recursos para consulta e resolução de dúvidas vai ajudar os novos membros a consolidarem conhecimentos referentes à organização.

 

Por exemplo, um manual pode ser formulado para incluir tópicos detalhados e pontos da cultura organizacional. Sempre inclua a história da empresa, as origens e a missão da organização. Entregue a cada funcionário uma cópia (física ou digital) desse manual, juntamente com o acesso à sua declaração de missão e às informações da empresa em um formato online para fácil visualização.

 

Vale aproveitar a experiência dos funcionários mais antigos para integrar o processo de onboarding. Eles têm informações importantes e histórias bacanas que merecem ser repassada aos novos membros.

 

Por fim, lembre-se de algo muito importante: exemplo é tudo! Use alguns funcionários-chave da sua empresa para mostrar aos recém-contratados trilhas de sucesso dentro da organização. Como e por que chegaram até lá: exemplos que podem servir de inspiração.

 

5. Continue integrando mesmo depois do onboarding

 

5 maneiras de fazer um onboarding que incentive a cultura

 

Estudos da indústria de negócios têm mostrado repetidamente ao longo de muitas décadas que funcionários felizes e satisfeitos são um benefício para qualquer empresa. A satisfação no trabalho deve ser uma prioridade para qualquer líder que queira inspirar lealdade e confiança.

 

Um onboarding bem-sucedido vai além de orientar os novos funcionários em seu primeiro dia de trabalho. Na maioria dos casos, leva tempo para os novos colaboradores aprenderem o trabalho em si e compreenderem a “hierarquia” e a cultura da empresa.

 

Treinamentos

 

A criação de uma cultura organizacional forte é alcançada por um exemplo importante. Como em qualquer carreira, os funcionários podem se tornar complacentes, portanto, uma programação de atualizações, treinamentos e instruções sobre a cultura é parte importante para manter os colaboradores no caminho certo.

 

Nos primeiros meses, um novo contratado deve ser bem-vindo em reuniões individuais regulares para saber como eles estão se ajustando. Isso cria uma oportunidade de garantir que cada nova contratação esteja se adaptando e participando da cultura organizacional.

 

Aborde quaisquer questões nesse momento e decida quão bem cada candidato está se adaptando. Se necessário, estruture alguns treinamentos complementares.

 

Reuniões

 

Para sua equipe como um todo, garantir que os comentários sobre sua cultura estejam presentes no ambiente de trabalho ajudará sua empresa a criar um espaço sustentável.

 

Reuniões oferecem muitas oportunidades para mostrar os objetivos da empresa, apresentando questões de ética e demais tópicos da cultura organizacional.

 

Qualquer empresa que não consegue criar uma equipe dedicada por meio dos esforços do RH, incluindo integração, não pode operar de forma eficiente. Os funcionários devem sentir que sua parte na empresa é crítica e que são um membro respeitado da equipe.

 

Alcançar os mais altos níveis de satisfação no trabalho, lealdade e desempenho é fundamental para iniciar cada nova contratação com um processo de integração vencedor. Os funcionários que trabalham duro para a empresa são um grande trunfo para qualquer empresa.

 

Criar um processo de integração que beneficie novos membros da equipe e contribua para a força da sua cultura é um caminho sólido para o sucesso. Integrar novos funcionários à sua cultura pode aumentar a produtividade e a satisfação da equipe, criando uma verdadeira combinação de sucesso.

 

6. Use seu onboarding para fortalecer a cultura da empresa

 

Com mais de três quartos dos novos funcionários decidindo se permanecerão na empresa nos primeiros seis meses, o processo de integração se torna uma parte essencial do processo de contratação.

 

Mergulhar cada candidato em um nível individual na cultura de sua empresa é fundamental. A saúde e o bem-estar do funcionário for parte integrante de sua cultura, você pode incluir incentivos em seu processo de integração.

 

Mesmo algo tão simples como sugerir alternativas saudáveis ​​para os pedidos de almoço desde o início pode ajudar a definir o tom certo para os novos funcionários.

 

Há um ditado que cabe perfeitamente aqui: “não deixe para depois o que pode ser feito agora”. Ou seja, não deixe para fortalecer a cultura da sua empresa somente lá na frente. Ela deve ser exercitada todos os dias, em todos os momentos.

 

É isso que chamamos de cultura. Algo que se orienta nossos valores e comportamentos. Portanto, deve estar sempre presente. Do recrutamento ao desligamento. Do onboarding à promoção.

 

Baixe o e-book de Implementação de People Analytics

 

Gostou do nosso conteúdo? Então compartilhe com os amigos e colegas de trabalho. Se tiver alguma dúvida sobre as nossas soluções, agende uma conversa conosco.

Por